11
DEZEMBRO
2017

06:05
Compartilhar
13 anos
Em: 07/12/2017 às 08:38h por Onofre Ribeiro
Há 13 anos nesta data escrevo um artigo reverenciando a lembrança da morte do meu filho Marcelo, de 29 anos, num acidente de moto em Salvador, em 2004. É sempre hoje. Foram anos de vivências diversas. As do primeiro momento, extremamente sofridas. As seguintes passaram da anestesia emocional à contemplação espiritual e a última que é a deste momento: gratidão. Como pode alguém sentir gratidão diante da morte de um filho querido? De fato, parece um contra senso. Não é!
Marcelo não foi o único jovem a passar antes dos seus pais. Milhares todos os dias. Cada um de uma maneira. Da mais calma à mais trágica. De todo modo, é uma passagem definitiva. Sem volta e sem recuperação de sentimentos. Fica uma saudade que vai se transformando ao longo do tempo. Entra na gratidão que falei acima.
Perguntei à minha mulher, Carmem, o que ela gostaria de dizer nesta data. Ela me disse duas coisas que cito agora. Uma, tocar a vida e continuar sempre em frente. A outra, a gratidão por Marcelo ter nascido nosso filho e por ter permanecido conosco por 29 maravilhosos anos. E acrescento: deixou-nos o Luka que caminha pra 16 anos. Um menino... Leia mais
Compartilhar
A dor ensina gemer
Em: 06/12/2017 às 08:58h por Onofre Ribeiro
O governador Pedro Taques iniciou o seu mandato em 1º. de janeiro de 2015 surfando numa onda de aprovação popular quase absoluta. As contas públicas estavam bem, fora os problemas administrativos e jurídicos herdados tudo corria bem. Fez anúncios em linguagem de comando e escolheu o secretariado ao seu gosto pessoal. A onda indicava tempos de transformação jamais vistos no estado.
Mas política é a atividade humana mais instável que se pode imaginar. Um ano depois já enfrentava o inverno astral com a RGA dos servidores públicos, arranhões com os poderes e finalmente, em 2017, o desgaste profundo na esteira das contas públicas. Sem, dinheiro e mergulhado em crise profunda o governador experimentou sentimentos conflitantes como o isolamento político e a solidão. Não é o primeiro e nem será o último. Mas que dói, dói.
Recordo-me dos últimos meses do governador Júlio Campos em 1986 assolado por crise financeira. Seu sucessor, Carlos Bezerra governou sob crises e desgastes crescentes do primeiro ao último dia. Silval Barbosa terminou sob extremo desgaste político e administrativo. Antes, Dante e Blairo... Leia mais
Compartilhar
Sinais futuros
Em: 03/12/2017 às 08:00h por Onofre Ribeiro
Em abril de 1977 o então presidente, general Ernesto Geisel, convocou o governador de Mato Grosso, José Garcia Neto, a Brasília para anunciar-lhe que dividiria Mato Grosso. O que chamou-me sempre a atenção foi a frase que ele disse ao governador pra justificar a decisão. Repito-a aqui do jeito que o governador me contou por várias vezes. "Eu decidi dividir Mato Grosso porque o estado possui tantas potencialidades que um dia no futuro poderá ameaçar a soberania nacional". Acredita-se que ele estivesse se baseando em estudos da Escola Superior de Guerra, que era a academia filosófica do pensamento militar que governava o Brasil.
Mais tarde, conversei longamente muitas vezes com o governador a respeito dessa afirmação de Geisel e filosofamos muito. Em 2000, já no governo Dante de Oliveira viajamos mundo divulgando Mato Grosso na perspectiva de lugar pra investimentos. Não se focava tanto na questão alimentar como agora. Na gestão Blairo Maggi aqueles seminários mundo afora começaram a dar resultados. Muitas empresas se instalaram em Mato Grosso ou anunciaram o seu interesse.
Mas Blairo não continuou a política de atrações. Nem Silval... Leia mais
Compartilhar
Ciclo virtuoso
Em: 01/12/2017 às 08:00h por Onofre Ribeiro
Os governantes costumam ser atingidos por fatos aleatórios e esse acaso faz deles heróis ou vítimas. O governador Pedro Taques está a um passo de reentrar num novo ciclo virtuoso. Eleito em 2014 com imenso apoio popular, entrou em seguida numa onda ruim iniciada na briga com os servidores públicos pela concessão da RGA em 2016. Inexperiente em lidar com crises políticos interpretou errada uma série de situações. No final depois muito sofrimento político, de greve e de desgastes, concedeu a RGA, mas não reconquistou o prestígio anterior. Seguiram-se atrasos no repasse do duodécimo dos poderes e os desgastes aumentaram. A Assembléia Legislativa também andou derrapando na relação entre os dois poderes.
O governador entrou 2017 bastante desgastado. Associou-se o agravamento da crise financeira no estado, e falar em dinheiro passou a ser a oração de todos os dias. Um segundo desgaste se deu na discussão da RGA de 2017, mais ameno do que o de 2016. Depois veio o parcelamento dos salários dos funcionários públicos, ainda que por breve tempo.
Apertado contra a parede, duas jogadas salvaram a trajetória do governo... Leia mais
Compartilhar
Pedro Taques e o PSDB
Em: 30/11/2017 às 08:24h por Onofre Ribeiro
Filiado ao PSDB desde 29 de agosto de 2015, o governador Pedro Taques tem uma carreira de pouco mais de dois anos no partido. Sua filiação deu ao PSDB a esperança de um grande crescimento em Mato Grosso, onde já foi muito poderoso à época do governador Dante de Oliveira (1995-2002). Ele se desfiliou do PDT por onde foi eleito senador em 2010.
Em 2015 o governador surfava numa excelente onda de popularidade resultante de sua estrondosa eleição um ano antes e pelas esperanças que representava. Nesse período sua aprovação desabou. Já não apresenta os mesmos índices de aprovação popular e nem institucional de antes. Nem por isso o PSDB quis se livrar dele. Ao contrário, ele é quem anunciou sua provável desfiliação. Não faz sentido, por uma série de razões que se seguem.
Querendo ou não, o PSDB é um partido bem equilibrado em Mato Grosso. Tem uma herança de bons serviços prestados a partir da filiação de Dante de Oliveira em 1997. Curioso. Dante também veio do mesmo PDT.
A saída do governador Pedro Taques do PSDB causa-lhe mais problemas do que ao partido.... Leia mais

Mais artigos


Receber Newsletter
 
 

Onofre Ribeiro
onofreribeiro@terra.com.br | facebook.com/onofreribeiro
msn: astro285@hotmail.com