17
AGOSTO
2017

03:39
O efeito Valtenir
Em: 01/08/2017 às 08:11h por Onofre Ribeiro

No correr da semana que passou a justiça federal em Brasília reconduziu o deputado federal Valtenir Pereira ao cargo de presidente do Partido Socialista Brasileiro – PSB. Membro de PMDB, o deputado ressurgiu de repente no PSB, indicado para presidí-lo pelo presidente nacional da sigla, deputado federal por Pernambuco, Carlos Siqueira. Valtenir é egresso do PSB, mas depois dele passou pelo PROS e estava no PMDB. O argumento do presidente do partido foi o de que o também deputado federal de Mato Grosso, Fábio Garcia, votara a favor da reforma política do governo na Câmara dos Deputados, contrariando a orientação partidária. Contudo, Valtenir votara igual a Fábio Garcia. Essa é a argumentação.
No primeiro momento todos os deputados da sigla anunciaram sair, mas preferiram acionar na justiça a posse de Valtenir. Ganharam liminar em Cuiabá e perderam o recurso impetrado na justiça federal. O fato oficial é que Valtenir preside o partido.
O que está por detrás? O PSB tem na sua origem o viés de esquerda democrática desde a sua origem em 1947. Por ele passaram nomes importantes da política brasileira. Em Mato Grosso depois que Valtenir saiu o partido tomou outra cara com o destaque para o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes e deputados federais como Fábio Garcia, Ezequiel Pereira, Adilton Sachetti, estaduais como Eduardo Botelho, Oscar Bezerra, Mauro Savi e Professor Adriano. O desconforto foi imediato. Daí as ações judiciais em torno da questão.

E as consequências?

A primeira foi mexer no tabuleiro das eleições gerais de 2018. Mauro Mendes caminhava dentro do partido como candidato a senador ou, numa segunda hipótese, a governador caso haja composições nessa direção. O PSB vinha em apoio ao governador Pedro Taques. Com Valtenir fará oposição. Por isso não cabem dentro do partido os atuais parlamentares hoje filiados. No novo quadro, Valtenir, na qualidade de presidente insinua sua candidatura ao Senado. Pra onde iria a candidatura Mauro Mendes? Como se posicionará o senador Blairo Maggi? Sabe-se que Valtenir dirigindo o PSB tem poder de negociações, mesmo que elas venham a ser fisiológicas. Nos próximos meses o PSB vai se tornar uma complicação em relação às eleições de 2018. Porém, haja o que houver, negociar com o presidente Valtenir vai dificílimo entre os atuais filiados e a nova direção estadual. Sem contar a nacional que apoia Valtenir e pouco se liga na questão mato-grossense.

Compartilhar
Imprimir   Voltar
MT em Ação
 
Receber Newsletter
 
 

Onofre Ribeiro
onofreribeiro@terra.com.br | facebook.com/onofreribeiro
msn: astro285@hotmail.com